Linux na Pró-Aluno

Hiperlinks

Manual Linux

Suporte ao estudante

Resultados gerais do questionário sobre o uso da Pró-Aluno na FFLCH

Pad (documento aberto no qual todas as atividades são transcritas)

Suporte ao estudante

Está com dúvida de como realizar alguma tarefa no Linux, quer relatar algum problema como lentidão ou bug ou gostaria de enviar um comentário/sugestão? Entre nesta página para enviar o seu relato, que retornaremos a questão via e-mail.

Temos também o Manual Linux, que será atualizado conforme as necessidades de todos. Neste site você saberá como criar uma senha no Linux, como imprimir em livreto e algumas dicas para o uso do LibreWriter (o nosso equivalente do Microsoft Word).

Para saber o status da impressora e outras informações sobre as salas, acesse o Facebook da Pró-Aluno.

Quem somos 

A Comissão Linux na Pró-Aluno teve seu início no começo de Outubro de 2019, quando alguns estudantes da FFLCH perceberam que os computadores das salas Pró-Aluno estavam inoperantes. Com a ajuda de alunos do IME, de grupos de estudo e extensão como FLUSP e o TECS e alunos da Rede Linux do IME, também com parcerias com a STI da FFLCH, órgãos administrativos da unidade e o CEUPES, conseguimos articular soluções para este problema. 

A USP já possui alguns movimentos para substituir o software proprietário pelo software livre. Conheça a Rede GNU-Linux no Instituto de Matemática e Estatística e o Projeto Sócrates no Instituto de Física.

O problema

Computadores inoperantes, com vírus, lentidão, licenças não-ativadas do Office, Adobe PDF e do próprio Windows, são todos problemas que, à primeira vista, parecem ser do computador. Porém, percebemos que o maior causador destes problemas é o software utilizado, que requer uma licença paga. 

Além do mais, por ser um software proprietário, é necessário pagar as licenças para cada computador acessar o Windows, sem contar com as licenças do Microsoft Office e do Adobe PDF. Não é interessante, no sentido administrativo, pagar tantas licenças. Mas, o saldo é equivalente a softwares lentos, pois são pesados, pouco acessíveis, pouco seguros e muito caros. Assim, não é interessante nem para os estudantes, nem para a administração e nem para a comunidade científica como um todo, pois o código destes programas é fechado, logo, não é permitido estudar o funcionamento desses aplicativos. Também, ao terem código fechado, é difícil saber se tem alguma configuração que invada sua privacidade. O software proprietário, nesse sentido, não é só pouco seguro contra vírus; é também uma ameaça à privacidade dos usuários e do conhecimento que produzimos.

Por fim, o mais crítico é que o software proprietário, por ser mais pesado, acaba afetando os computadores antigos da sala Pró-Aluno, que datam aproximadamente 10 anos de operação. Dessa maneira, estes microcomputadores tornam-se inoperantes, impossibilitando que os alunos utilizem o laboratório de informática para o seu objetivo.

A solução

Por “software livre” devemos entender aquele software que respeita a liberdade e senso de comunidade dos usuários. Grosso modo, isso significa que os usuários possuem a liberdade de executar, copiar, distribuir, estudar, mudar e melhorar o software. Assim sendo, “software livre” é uma questão de liberdade, não de preço. <GNU/FSF. A Definição de Software Livre. InO que é o software livre?. 1.165. [S. l.], 20--?. Disponível em: https://www.gnu.org/philosophy/free-sw.html. Acesso em: 20 nov. 2019.>

A solução a curto prazo para que os computadores voltem a funcionar é a substituição do software proprietário pelo software livre, que, neste caso, é o sistema operacional Linux. O Linux, por possuir configurações maleáveis, oferece sistemas operacionais que podem rodar em máquinas antigas, garantindo que as mesmas tarefas possam ser feitas, sem exigir muito do hardware. Entretanto, o Linux não só resolve problemas técnicos.  Ao ser um software livre, não ficamos dependentes de uma empresa multinacional para redigir documentos, criar planilhas, apresentação de slides, acessar à internet, entre outros. Afinal, o desenvolvimento do software livre é descentralizado. Também, por ter o código-fonte aberto, é possível verificar tudo o que está sendo executado pelo programa, garantindo que o código respeite sua privacidade e seu consentimento. 
Ou seja, além de preservar a privacidade individual, o software livre preserva o conhecimento científico produzido e incentiva o estudo dos programas, que só é possível quando o código é aberto. Dessa maneira, comunidade científica pode de tomar parte de um movimento mundial, que oferece serviços à sociedade e respeita a liberdade de cada um, conhecido como comunidade do software livre.

Para conhecer um pouco mais sobre o software livre e a comunidade acadêmica brasileira, recomendamos a leitura dos primeiros itens do relátório desenvolvido na UFABC sobre o assunto. Clique aqui para visualizar.

O que já fizemos

1) Duas reuniões abertas para a discussão do tema foram chamadas ao longo de Outubro e Novembro de 2019:

2) Desenvolvemos o questionário sobre a condição das salas Pró-Aluno, cujos resultados podem ser conferidos aqui.

3) Participamos da Plenária dos Espaços Estudantis convocada pelo CEUPES, assim como um informe do debate das chapas para a eleição do DCE de 2019.

4) Instalamos o Linux nos computadores das Pró-Aluno, possibilitando que os computadores inutilizados se tornassem operantes novamente.

Em 17 de fevereiro de 2020 temos:

  • 43 computadores com Linux operando na sala da História e Geografia;
  • 50 computadores com Linux operando na sala da Letras;
  • 12 computadores com Linux operando na sala da Filosofia e Ciências Sociais.

fonte: https://github.com/fflch/proaluno/blob/master/hosts

O que queremos fazer

Objetivos a curto prazo

Nosso objetivo principal é implementar o Linux em todas as Pró-Aluno da FFLCH até o começo de 2020.

Atividades futuras:

  • Treinamento Linux para os monitores;
  • Curso de Writer e apresentação do Linux na semana da Calourada.

Link para a pasta da Oficina (apresentação de slides e transcrição da apresentação): clique aqui.

Objetivos a médio/longo prazo

Nós queremos divulgar o movimento do software livre na USP, apresentar qual é sua importância no momento atual e porque se faz necessário utilizar alternativas livres em vez do softwares proprietários. O software proprietário sequer surge como uma opção ao usuário na era digital; é um programa dado, imposto. Por essas e outras discussões, nós planejamos abrir rodas de conversa, mesas de debate, cursos de orientação para o Linux e expandir este movimento para toda a Universidade, assim como para à sociedade. Todas essas atividades serão divulgadas no site da Pró-Aluno.

Atividades futuras:

  • Semana do Software Livre [mais informações em breve]

Como participar

Para participar, basta que você seja uma pessoa interessada! O movimento surgiu a partir de estudantes, para os estudantes e busca receber os estudantes. A comissão é feita por diversos alunos de vários institutos, como IME, FFLCH e Ciências Moleculares, e tanto a entrada quanto a saída da comissão é fácil e acessível. 
Entre no nosso grupo do Telegram ou faça parte da listas de e-mail. Basta enviar um e-mail para fflch-linux-subscribe@linux.ime.usp.br e o sistema retornará com um link para confirmar sua inscrição. Importante: provavelmente o e-mail irá para a caixa da spam. Enviaremos atualizações sobre o processo de transição do Windows para o Linux para todos os inscritos da lista.
Para entrar em contato com os integrantes, é possível também enviar um e-mail para fflch-linux@linux.ime.usp.br :)

Resultado da seleção para 2022/2023

Resultado parcial para monitoria 2022/2023. A página será atualizada diariamente.

 

10790752 Ana Lia de Souza Copaiol 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12684799 Anna Beatriz de Sousa Portela 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12693538 Camila Rocha Fernandes Silva 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
10829080 Carolina Moura Lima 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12686443 Dharana Monteiro Goncalves 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
10416249 Fernando Vinicius Barbosa dos Santos 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
13713329 Gabriel Cleston de Souza Mariz 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
10354331 Gabriel Lopes Coêlho 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11771526 Gabriel Matheus de Oliveira Gil 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11869664 Gabriel Sabino 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
10683908 Gabriela Vieira Silva 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
10328182 Gabrieli Kaori Oda 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12508102 Gustavo Pereira Matias 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11851484 Henrique Rodrigues Silva 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11367998 Iara Silva Miranda de Oliveira 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
13860964 Jheniffer Barbosa Santana 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
13860623 Joao Pedro Andrade do Prado 15/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
13652141 Joao Vitor Dias Mendes Lemos 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
10371702 José Balbino Neto 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11247552 Laura Martinho de Almeida 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12514597 Lucas de Souza e Souza 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
10704459 Marcos Vinícius Andrade de Moura 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11846898 Maria Lua Vieira Lara 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
9179080 Marina Gregori Tokita 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11286942 Mathias de Oliveira Nery Santos 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12508137 Mauricio Troiano Romeiro Junior 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12687357 Michelle Carolyna Domingues Ribeiro 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
9372346 Rodrigo Aroni Siquette 01/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
13724989 Thais Schultz 11/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11910340 Vinicius Alcazar Campos 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
12681271 Wigor Gonçalves do Nascimento 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo
11910249 Yasmin Suzart Madureira 10/08/2022 Aprovado/Concedido Ativo